TRASH THE DRESS - Lyvia e Gabriel parte 02






























Tenho vivido um momento muito gratificante na fotografia de casamentos. Estou feliz demais!!! Venho de uma época em que o foco nas fotografias era bem menor do que hoje. Sinto que os casais gostam muito de fotografia e de verem seu momento especial ser bem retratado. Isto é estimulante !!! Vivemos num mundo de imagens e de referências da internet que ultrapassam as fronteiras culturais, isso tornou o meu cliente mais bem informado e mais exigente (ótimo).

Escrevi esta pequena introdução para contextualizar um dilema que eu e vários colegas vivemos durante a realização de uma cobertura fotográfica. Como produzir retratos do casal, lindos, românticos e bem enquadrados e divinamente iluminados quando, às vezes, temos apenas 15 minutos ? Os noivos investem uma pequena fortuna na festa e querem curti-la ao máximo com a família e os amigos.

Surgiu um movimento de fora do Brasil que acaba com este gostinho de quero mais que fica quando terminamos o trabalho. O "Trash the Dress" , esta sessão de fotos que geralmente é feita depois do casamento em locais belos e inusitados. A linguagem das fotos se aproxima da publicidade, com produção de cabelo e é claro uma maquiagem impecável. No meu caso estreei no " Trash" numa praia pequena e discreta em Niterói (o nome é sugestivo, Adão e Eva e a vista dos contornos do Rio ao fundo deram um valor!). A produção contou com uma ajudinha da minha amiga, a super Christina Gall no Make up e hair que utilizou a tecnologia do hair brush (maquiagem em alta definição que resiste à água).

O meu casalzinho estava aberto para todas as possibilidades e a sorte nos brindou com um céu azul para embarcarmos num charmoso navio de madeira ancorado na Baia de Guanabara. O vestido de noiva pode ter ficado um pouco...."destruído", mas foi por uma boa causa, afinal as fotos vão durar para sempre!!!